Voltar

Pontuação de Risco

Pontuação de Risco 3

x

Pontuação de Risco A Pontuação de Risco Kinea é feita com base nos riscos de mercado, crédito e liquidez.

Início do Fundo

02/02/2021

Taxa de Administração Máxima

1% a.a.

Taxa de Performance

Não há.

Onde investir no Prev IPCA Dinâmico?

NOVIDADE

Invista nos fundos Kinea

Cadastre-se em nossa plataforma de investimentos em parceria com a Órama.

Palavra do Gestor

Data ref. Maio 2024

Vídeo de análise

Data ref. Maio/24

Se preferir, confira a carta na íntegra:

Para ver as informações completas, acesse a Carta do Gestor.

JUROS DIRECIONAL

O resultado foi negativo. Durante o mês de maio o mercado de juros seguiu piorando, com as taxas subindo aproximadamente 20bps. Ao contrário do mês anterior, a curva de juros do Brasil descolou bastante dos pares, mostrando o desconforto dos investidores com a situação fiscal do governo brasileiro, agravado pela tragédia climática no Rio Grande do Sul e pelo ruído na troca de comando da Petrobras. Vale ressaltar que o principal evento do mês foi a incerteza gerada pela votação dividida entre os membros do COPOM na decisão pela redução da taxa Selic para 10,50%. Os quatro membros indicados pelo presidente Lula votaram por 50bps de corte, enquanto os demais cinco membros votaram por 25bps, o que gerou uma interpretação do mercado de que a próxima composição do COPOM (a partir de 2025) será mais leniente com a inflação. Do lado positivo, observamos números melhores na inflação corrente, bem como nos indicadores de atividade e a arrecadação do governo, assim como a busca do ministro Haddad junto ao Congresso por medidas de equilíbrio fiscal. Ponderando todos os eventos recentes, acreditamos ser baixa a probabilidade de alta da Selic nos próximos meses e, por isso, seguimos aplicados nos juros futuros de curto prazo, mas com risco reduzido.

JUROS RELATIVO

O resultado foi negativo. As taxas curtas subiram aproximadamente 15bps e as longas 20bps. Seguimos com as posições compradas na diferença de juros entre o primeiro e segundo semestre de 2026 e a posição comprada na diferença de juros entre os anos 2027 e 2028, ambas as posições parecem assimétricas e compatíveis com cenários prováveis de ciclo de juros.

CRÉDITO PRIVADO

Resultado positivo. Mantemos uma perspectiva positiva para os próximos meses, impulsionada pelo significativo fluxo de captação dos fundos de crédito, pelo aumento esperado de vencimentos de títulos em comparação com meses anteriores, e a boa velocidade de melhora nos fundamentos de crédito da grande maioria das empresas brasileiras. Em crédito offshore, tivemos um mês bastante positivo via fechamento de spreads, seguindo o ambiente externo favorável para ativos de risco. Entretanto, seguimos com uma exposição reduzida neste mercado, aguardando momentos de spreads internacionais mais atrativos.

INFLAÇÃO

O resultado foi negativo. Seguimos vendidos na inflação com prazo próximo de 1 ano. O mercado subiu bastante a projeção de inflação para o IPCA fechado de 2024, saindo de 3,88% no início do mês para 4,18% ao final de maio, esse movimento prejudicou bastante nossa posição. O motivo dessa revisão altista em inflação pelo mercado nos mais diversos prazos foram: i) advento das enchentes no Rio Grande do Sul, com revisões bastante altistas principalmente na inflação de alimentos (RS é o principal produtor de arroz do Brasil); ii) uma decisão dividida na última reunião do COPOM, com os membros indicados pelo presidente Lula votando em 50bps enquanto os demais membros votaram por 25bps, o que gerou uma interpretação pelo mercado de um próximo BC mais leniente com a inflação; iii) piora das expectativas no Focus para 2024, 2025 e 2026. Por hora, manteremos nossas posições, pois acreditamos que a inflação corrente seguirá bastante benigna no curto prazo, com média dos núcleos rodando próximo a 3%.

JUROS CAIXA

O resultado foi positivo. O fundo foi beneficiado pelo fechamento nas taxas de juros reais de curto prazo em que está posicionado. Mantivemos a exposição ao longo do mês em torno de 98% do patrimônio em IPCA com prazo médio de aproximadamente 10 meses. A alocação atual agora está bem concentrada no dap com vencimento em mai/25 e em menor escala nos daps ago/24 e ago/26.

.

.

Características do Prev IPCA Dinâmico

Objetivo do Fundo

Superar o IPCA em linha com um perfil de risco moderado, uma volatilidade anual entre 2% e 3% ao ano. Agregar valor através de investimentos no Brasil e Internacional em juros, inflação, moedas e crédito privado no Brasil e exterior, utilizando como parâmetro a inflação no Brasil.

Perfil de risco moderado

Diferentes classes de ativos

Diversificar para trazer consistência e reduzir perdas extremas

Filosofia de risco

Maiores retornos controlando riscos extremos

Estilo da gestão

Alocações baseadas em análises macro e microeconômicas, fundamentadas em posicionamentos direcionais e relativos.

Como funciona

Atribuições claras, processos bem definidos e diligentes. Retro-aprendizagem: revisão constante do cenário e atribuição de resultados por estratégia e por gestor.

Como Funciona - Kinea

1. ESPECIALISTAS

Especialistas em cada mercado sugerem ao comitê operações com potencial de retorno assimétrico.

2. REUNIÃO DE ANÁLISE

Análise e questionamento entre especialistas e o comitê para a definição da alocação: disciplina, assertividade e atribuição de responsabilidades na escolha dos melhores ativos.

3. PORTIFÓLIO

Definição da carteira de investimentos.

4. EXECUÇÃO

Execução baseada em preços e critérios técnicos.

5. RETRO-APRENDIZAGEM

Revisão do cenário;
Atribuição de performance.

Equipe

Equipe multidisciplinar, sócia do cliente no fundo.

Foto Marco Aurelio Freire

Marco Aurelio Freire

Sócio e gestor dos fundos líquidos

Marco iniciou na Kinea em Janeiro de 2015 como gestor responsável pelas estratégias Hedge Fund Macro. Entre 2008 e 2014 foi Chief Investment Officer dos fundos de renda fixa locais e multimercados da Franklin Templeton no Brasil.
Marco está envolvido na gestão de fundos de renda fixa e multimercados desde 2004, tendo trabalhando no Bank Boston Asset Management na mesa de renda fixa.
Marco possui o mestrado em economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e é bacharel em economia pela mesma universidade.

Foto Denis Ferrari

Denis Ferrari

Renda Fixa Local

Denis juntou-se à equipe da Kinea em março de 2015. Anteriormente à Kinea, foi gestor dos fundos multimercados e renda fixa na Franklin Templeton entre 2010 e 2015. Foi gestor de fundos institucionais na área de renda fixa do Votorantim Asset Management, sendo o principal responsável por esse segmento. Também trabalhou no Banco Itaú e BankBoston Asset Management como gestor de fundos, analista de risco e mercado de capitais.
Denis possui MBA em derivativos pela Universidade de São Paulo (USP) em parceria com a Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) e é graduado em economia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

Foto Leandro Teixeira

Leandro Teixeira

Caixa e Arbitragem

Leandro se juntou à Kinea em maio de 2017 como estrategista de renda fixa focado em arbitragens na curva de juros. Anteriormente, foi trader de renda fixa de mercados emergentes do Banco HSBC, trader de renda fixa da Votorantim Asset Management, trader de ações na Explora Investimentos e trader na área de multimercados da Franklin Templeton Investimentos (Brasil).
Leandro é graduado em engenharia civil pela Universidade de São Paulo (Poli-USP).

Foto Lucas Freddo

Lucas Freddo

Renda Fixa LATAM

Foto Roberto Costa Elaiuy

Roberto Costa Elaiuy

Renda Fixa Local

Roberto juntou-se à equipe da Kinea em abril de 2019.
Começou sua carreira em 2004 passando pelas instituições ABN AMRO Asset Management, General Motors e Banco de Tokyo Mitsubishi.
Entre 2010 e marco de 2019 atuou como um dos principais gestores de fundos institucionais do Votorantim Asset Management, passando também pela gestora Western Asset Management.
Roberto é graduado em administração de empresas pela Universidade Mackenzie, possui as certificações CGA, CFA Level I, além de MBA em finanças pela Fundação Getúlio Vargas.

Foto Samuel Guimarães

Samuel Guimarães

Renda Fixa Internacional

Samuel juntou-se à equipe da Kinea em junho de 2023. Anteriormente à Kinea, foi responsável pelo livro proprietário de moedas e juros globais na tesouraria do Itaú BBA entre 2017 e 2023. Foi sócio e gestor do fundo multimercado da Ethica Asset Management em 2016. Também trabalhou na própria Kinea já como gestor responsável pela estratégia de renda fixa global entre 2010 e 2016. Samuel possui mestrado em Economia pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP) e é graduado em engenharia mecânica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).

Documentos recentes do Prev IPCA Dinâmico

Nome do Documento Data da Atualização
One Page

5/2024

5/2024
Carta do Gestor

5/2024

5/2024
Informativo de Rentabilidade

5/2024

5/2024
Regulamento

11/2020

11/2020

Para documentos antigos acesse nossa seção de documentos.

Para documentos não recorrentes, visite a página do administrador do fundo.

Disclaimer

1. Trata-se da taxa de administração máxima, considerando as taxas dos fundos investidos

2. Trata-se da taxa de performance considerando todos os fundos investidos.

Outros fundos Renda Fixa

Renda Fixa

Fundo
Aberto

Dakar

Fundo de renda fixa ativo com perfil maior de risco e capaz de se adaptar a diferentes cenários econômicos em busca de bons retornos

saiba mais
Renda Fixa

Fundo
Aberto

IPCA Absoluto

O fundo de investimento destinado a investidores institucionais como objetivo aumentar o poder de compra ao longo do tempo. Busca investir em títulos de renda fixa, utilizando como objetivo de retorno o IPCA, principal índice da inflação brasileira.

saiba mais
Renda Fixa

Fundo
Aberto

IPCA Dinâmico

O fundo de investimento que tem como objetivo aumentar o poder de compra ao longo do tempo, investindo nos mercados de juros, inflação, moedas e crédito privado no Brasil e exterior.

saiba mais
Renda Fixa

IPCA Dinâmico II Advisory

saiba mais
Renda Fixa

Fundo
Aberto

Kinea Prev Dakar

Fundo de renda fixa ativo com perfil maior de risco e capaz de se adaptar a diferentes cenários econômicos em busca de bons retornos

saiba mais
Renda Fixa

Fundo
Aberto

Kinea Prev Dakar BTG

Fundo de renda fixa ativo com perfil maior de risco e capaz de se adaptar a diferentes cenários econômicos em busca de bons retornos

saiba mais
Renda Fixa

Fundo
Aberto

Kinea Prev Dakar XP

Fundo de renda fixa ativo com perfil maior de risco e capaz de se adaptar a diferentes cenários econômicos em busca de bons retornos

saiba mais
Renda Fixa

Prev IPCA Dinâmico BTG

O fundo de investimento previdenciário que tem como objetivo aumentar o poder de compra ao longo do tempo, investindo nos mercados de juros, inflação, moedas e crédito privado no Brasil e exterior.

saiba mais
Renda Fixa

Prev IPCA Dinâmico XP

saiba mais
Renda Fixa

Fundo
Aberto

Prev RF

Fundo de renda fixa previdenciário. Auxilia de forma segura e gradual o aumento de capital ao longo do tempo da reserva de aposentadoria.

saiba mais
Renda Fixa

Fundo
Aberto

Prev RF Ativo II

Fundo de renda fixa previdenciário. Auxilia de forma segura e gradual o aumento de capital ao longo do tempo da reserva de aposentadoria.

saiba mais
Renda Fixa

Fundo
Aberto

Prev RF Ativo II Itaú

Fundo de renda fixa previdenciário. Auxilia de forma segura e gradual o aumento de capital ao longo do tempo da reserva de aposentadoria.

saiba mais
Renda Fixa

Fundo
Aberto

RF Absoluto

Fundo de renda fixa de retorno absoluto. Para investidores que buscam investimentos em renda fixa local e internacional.

saiba mais

Cadastre-se em nossa newsletter

E fique por dentro do mercado de fundos

Ao se cadastrar você concordar com nossa Política de Privacidade.
Cadastre-se na Newsletter

Cadastre-se na Newsletter

WhatsApp
Ao se cadastrar você aceita a receber o contato da Kinea a respeito dos nossos fundos de investimento.