Voltar

Início do Fundo

27 abr. 17

Cota Patrimonial

134,90 (Data Ref. 23/06/22)

Cota de Fechamento de Mercado

135,98(Data Ref. 23/06/22)
Ver em tempo real

Patrimônio Líquido

2.626.999.444,51

Dividendo Mensal

R$ 1,7/cota

*A cota diária é atualizada diariamente até as 11h00.
Linha Detalhe Abas
Dots Abas

Rentabilidade do KDIF11

Atualizado em Maio 2022

2021 ANO JAN. FEV. MAR. ABR. MAI. JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.
COTA PATRIMONIAL -0.41% -1.11% -2.48% -0.58% 1.34% 0.64% 0.64% -0.58% -0.91% -0.03% -2.22% 4.58%  0.48%
COTA MERCADO 10.19% -1.89% 2.12% 1.99% 1.46% -3.73% 1.85% -0.8% -2.2% 5.25% -1.55% 1.6% 6.13% 
IMA-B -1.26% -0.85% -1.52% -0.46% 0.65% 1.06% 0.42% -0.37% -1.09% -0.13% -2.54% 3.47% 0.22% 
2020 ANO JAN. FEV. MAR. ABR. MAI. JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.
COTA PATRIMONIAL 7.78% 0.83% 0.63% -7.28% -0.35% 3.02% 2.47%   4.74% -2.19%  -1.71% -0.13% 2.46%   5.69%
COTA MERCADO 4.49% 4.97% 1.72% -20.01% 10.79% 2.63% 2.76% 3.85% 2.59% -1.44% 3.59%  -2.70%  1.01%
IMA-B 6.41% 0.26% 0.45% -6.97% 1.31% 1.52%  2.05%  4.39%  -1.80% -1.51% 0.21%  2.00%  4.85%
2019 ANO JAN. FEV. MAR. ABR. MAI. JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.
COTA PATRIMONIAL 24.13% 4.27% 0.45% 0.65% 1.02% 3.92% 4.19% 1.10% -0.09% 3.37% 4.33% -2.54% 1.41%
COTA MERCADO 9.33% -2.51% 1.39% 7.42% -0.36% -2.03% 0.77% 5.34% 6.01% -1.70% -0.62% -1.76% -2.3%
IMA-B 22.95% 4.37% 0.55% 0.58% 1.51% 3.66% 3.73% 1.29% -0.40% 2.86% 3.36% -2.45% 2.01%
2018 ANO JAN. FEV. MAR. ABR. MAI. JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.
COTA PATRIMONIAL 17.68% 5.13% 0.04% 1.08% 0.22% -0.79% -0.07% 1.96% 0.08% -0.80% 7.89% 0.34% 1.66%
COTA MERCADO 26.42% 5.13% 0.04% 1.08% 0.22% -2.53% -0.91% 1.83% 3.38% -2.40% 8.48% 1.27% 8.83%
IMA-B 13.06% 3.40% 0.55% 0.94% -0.14% -3.16% -0.32% 2.32% -45.00% -0.15% 7.14% 0.90% 1.65%
2017 ANO JAN. FEV. MAR. ABR. MAI. JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.
COTA PATRIMONIAL 7.19%       0.13% -0.47% 0.17% 3.77% 1.35% 2.01% -0.44% -0.21% 0.75%
COTA MERCADO 7.19%       0.13% -0.45% 0.17% 3.77% 1.35% 2.01% -0.44% -0.21% 0.75%
IMA-B 6.14%       0.26% -1.19% 0.16% 4.00% 1.34% 1.81% -0.38% -0.76% 0.83%

Cota e taxa diária do KDIF11

(Data Ref. 23/06/22)

Para visualizar as informações completas, acesse Valor Patrimonial da Cota.

Cota Mercado Ágio / Deságio Yield (IPCA+)** Prêmio de Crédito**
R$ 129,98 -3,65% 7,30% 1,14%
R$ 131,48 -2,54% 7,11% 0,96%
R$ 132,98 -1,43% 6,92% 0,79%
R$ 134,48 -0,31% 6,74% 0,61%
R$ 135,98* 0,80%* 6,55%* 0,43%*
R$ 137,48 1,91% 6,36% 0,25%
R$ 138,98 3,02% 6,17% 0,08%
R$ 140,48 4,13% 5,98% -0,10%
R$ 141,98 5,24% 5,80% -0,28%

*Dados referentes a cota de fechamento do dia 23/06/22
**Líquido de despesas
A cota diária é atualizada diariamente até as 11h.

Palavra do Gestor

Data ref. Maio 2022

Vídeo de análise

Se preferir, confira a carta na íntegra:

Para ver as informações completas, acesse a Carta do Gestor.

No mês, o Fundo rendeu 1,4%, enquanto o benchmark IMA-B rendeu 1,0%. O spread fechou o mês 1,71% acima do IMA-B (cota patrimonial).

Pagamento de Rendimentos

No dia 07 de junho de 2022 (5º dia útil) os investidores do Kinea Infra receberão R$ 1,70/cota. Desde dezembro de 2021, o KDIF11 mudou e passou a pagar rendimentos mensalmente, que combinam a parcela relativa à correção monetária (IPCA) e aos juros reais. O valor de R$1,70/cota é formado por R$ 0,66/cota, que são referentes aos juros reais, e R$ 1,04/cota, que é referente à correção monetária e outros fatores.

Mercado de renda fixa

Em maio, dois dos principais fatores para o desempenho do mercado de títulos de renda fixa continuam sendo a pressão inflacionária presente há algum tempo em diversos países e o acompanhamento da resposta que será dado pelo Banco Central Norte Americano - FED para conter esse efeito. A comunicação do FED tem sido na direção de que provavelmente não será necessário acelerar o ritmo de alta de juros, o que tem contribuído para conter altas das taxas de juros mais longas.

No Brasil, o Banco Central também tem enfrentado o grande desafio de combater a elevada inflação e, apesar de estar relativamente avançado no processo de elevação dos juros (Selic era 2% a.a. em março de 2021 e atualmente está em 12,75% a.a.), ainda não há sinais consistentes de arrefecimento. O IPCA-15 de maio saiu perto do teto das estimativas e com alta relativamente disseminada dos preços que compõe o índice. Neste ambiente, as NTN-Bs de prazo intermediário tiveram uma elevação tímida, mas o IMA-B teve desempenho positivo em maio com ajuda do componente do IPCA. O IMA-B subiu 0,96% em maio e a cota patrimonial do KDIF11 acompanhou este movimento subindo 1,36%. Vale lembrar que as NTN-Bs são uma referência de valor para as debêntures incentivadas de infraestrutura. É com base nas taxas das NTN-Bs e nos prêmios de crédito (taxa adicional acima da NTN-B) que nossa carteira é precificada diariamente para gerar a cota patrimonial do Fundo.

Novo investimento – Debêntures de BRK Ambiental Participações S.A

Trata se de uma debênture (emissão nova) indexada ao CDI, portanto não incentivada, com vencimento em abril/2027 e remuneração de CDI + 2,4% a.a. Para deixar a operação em linha com os objetivos do KDIF11, transformamos o indexador de CDI para IPCA + juros, através de derivativos. Desta vez, adquirimos uma participação minoritária de cerca de R$ 90 milhões numa emissão de volume total de R$ 1,6 bilhão. Para este investimento utilizamos os recursos recebidos pelo Fundo oriundos da recompra das debêntures que tínhamos em carteira realizada por outra empresa do grupo: a BRK Ambiental Centro Norte Participações S.A (2ª emissão). Em resumo, o Fundo trocou uma emissão por outra dentro do mesmo grupo econômico e recebeu uma remuneração atrativa pela troca.

BRK é uma das maiores companhias privadas de saneamento no Brasil, prestando serviço a 16 milhões de pessoas em mais de 100 municípios brasileiros. A BRK iniciou suas operações em 2008 como parte do grupo Odebrecht e, desde 2017, foi adquirida pela Brookfield no Brasil, que detém 70% do capital da empresa, juntamente com o fundo de infraestrutura do governo federal FI-FGTS, que detém os 30% restantes. Em 2021, a companhia obteve R$2,2 bilhões em receitas líquidas e EBITDA de cerca de R$1,0 bilhão. A emissora tem classificação de crédito A+.br pela Moodys e formalizou pedido de IPO no mercado acionário brasileiro este mês.

*IMA-B:  Índice usando para medir o desempenho dos títulos púbicos de renda fixa que rendem IPCA + Juros. Portanto o índice é formado por títulos públicos indexados à inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que são as NTN-Bs (Notas do Tesouro Nacional – Série B ou Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais). É calculado e mantido pela Anbima.

Características do KDIF11

Para mais informações confira a Carta do Gestor.

Objetivo do Fundo

Rentabilidade de 0,5% a.a. a 1,0% a.a. acima dos títulos do governo indexados ao IPCA, com prazo semelhante a duration do Fundo.

Risco de Crédito Baixo e Diversificado

É bom para

Quem deseja investir em uma carteira diversificada de debêntures incentivadas de infraestrutura com o monitoramento de uma equipe de gestão especializada.

Aplicação Inicial

Valor referente a uma cota, de acordo com o preço negociado na bolsa de valores (B3).

Rendimentos Mensais

Pagamentos mensais de rendimentos.
Alíquota zero no Imposto de Renda no rendimento e no ganho de capital da cota.

Liquidez

Fundo fechado, com cotas a serem negociadas na bolsa de valores (B3).

Como funciona

Originação:

– Sponsors de primeira linha;
– Representatividade na Assembléia Geral de Debenturistas para aumentar a segurança no ativo;
– Debêntures com favorável relação risco/retorno
 

Estruturação e análise:

– Privilegiamos segurança nos seguintes fatores;
– Empresas operacionais ou garantias adicionais que mitigam risco de construção;
– Diligência financeira e jurídica;
– Diligência técnica
 

Ativismo e monitoramento:

– Ativismo na gestão da carteira e na readequação da carteira frente às condições de mercado e voz ativa nas assembléias das debêntures

Equipe

Disciplina financeira com conhecimento setorial.

Foto Aymar Almeida

Aymar Almeida

Sócio e Gestor responsável pelo fundo de infraestrutura

Aymar trabalha na Kinea desde sua criação em 2007. É o sócio e responsável pela área dedicada a fundos de infraestrutura e de renda variável. Possui 20 anos de experiência com gestão de fundos de investimentos, sendo 14 deles em renda variável. Anteriormente à Kinea, trabalhou como gestor de investimentos na Franklin Templeton e no BankBoston Asset Management, onde esteve por 12 anos chegando a ser diretor estatutário.
Aymar possui MBA pela Ross School of Business – University of Michigan, turma de 2001 e é graduado em engenharia de produção pela Universidade de São Paulo (Escola Politécnica -USP).

Foto Caio Lucena

Caio Lucena

Análise, Estruturação e Monitoramento de Crédito

Caio integra a área de gestão de fundos da Kinea desde 2019. Antes da Kinea, Caio trabalhou por 1 ano no J.P. Morgan, onde fez parte do time de research responsável por cobrir TMT e Education.

Caio é graduado em engenharia mecânica-aeronáutica pelo ITA.

Foto Bruno Signorelli

Bruno Signorelli

Análise, Estruturação e Monitoramento de Crédito

Bruno integra a área de gestão de fundos da Kinea desde 2018. Antes da Kinea, trabalhou por 4 anos na Bain & Company, onde dedicou-se a suportar clientes na gestão de grandes projetos de investimento.

Bruno possui  MBA pela The Wharton School – University of Pennsylvania, onde graduou-se com honras, e é graduado com honras em engenharia mecânica-aeronáutica pelo ITA.

Foto Fábio Massao

Fábio Massao

Gestor co-responsável pelos fundos de infraestrutura

Fábio se juntou à Kinea em 2017. Possui 12 anos de experiência no setor, estruturando investimentos em dívida, mezanino e equity. Atuou na Casa dos Ventos, onde foi responsável por transações de M&A e project finance, incluindo debêntures incentivadas. Anteriormente, foi pessoa-chave na equipe de gestão do private equity no Grupo Santander, onde também atuou como CEO da CBPB, companhia investida no setor de energias renováveis. Iniciou sua carreira no Banco ABN Amro.

Fábio é MBA pela The University of Chicago Booth School of Business, mestre em Economia pela EESP-FGV e bacharel em Economia pela FEA-USP.

Foto Ivan Simão

Ivan Simão

Relações com Investidores

Ivan juntou-se à Kinea em agosto de 2014. Anteriormente, atuou na área de estruturação de produtos de investimentos no Banco Itaú Unibanco. Atuou também no Banco Indusval Multistock na área de gestão de fundos proprietários e na mesa de derivativos da corretora associada a instituição.
Ivan é graduado em administração de empresas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Documentos recentes do KDIF11

Nome do Documento Data da Atualização
Valor Patrimonial da Cota

6/2022

6/2022
Carta do Gestor

5/2022

5/2022
Regulamento

12/2021

12/2021
Aviso aos Cotistas

11/2021

11/2021
AGE – Sumário das Decisões

9/2021

9/2021
Informe Mensal

10/2021

10/2021
Relatório de Agência de Rating

9/2021

9/2021
Prospecto 5ª Emissão

9/2020

9/2020

Para documentos antigos acesse nossa seção de documentos.

Cadastre-se em nossa newsletter

E fique por dentro do mercado de fundos

Ao se cadastrar você concordar com nossa Política de Privacidade.
Cadastre-se na Newsletter

Cadastre-se na Newsletter

WhatsApp
Ao se cadastrar você aceita a receber o contato da Kinea a respeito dos nossos fundos de investimento.