Kinea Rendimentos

Fundo de renda fixa imobiliária da Kinea com benchmark em CDI.

Palavra
do Gestor

Agosto 2019

Ao fim de agosto, o Kinea Rendimentos imobiliários (“Fundo”) apresentava alocação em CRI de aproximadamente 95,7% dos ativos do Fundo. Adicionalmente, 2,6% da carteira estavam investidos em LCI, de modo que o portfólio de títulos de renda fixa imobiliária representava 98,3% do patrimônio. A parcela remanescente, de 1,7%, está alocada em instrumentos de caixa.

Em maio foi iniciado o processo de distribuição de cotas da 8ª Emissão do Fundo. Acreditamos que a nova Emissão irá contribuir para o aumento de liquidez das cotas no mercado secundário, bem como irá permitir a aquisição de novas operações atrativas para o fundo, contribuindo para a diversificação da carteira e diluição de riscos.

Os dividendos referentes a agosto, cuja distribuição ocorrerá no dia 12/09/2019, serão de R$ 0,57 por cota e representam uma rentabilidade equivalente a 108,5% da taxa DI, isenta do imposto de renda para pessoas físicas, considerando a cota da sétima emissão, de R$ 104,30.

Em agosto foi realizado investimento em uma nova operação baseada em uma aquisição de parte do portfólio de shoppings da BR Malls. A transação teve montante de R$ 80 milhões, prazo final de 12 anos, remuneração equivalente a CDI + 1,50% ao ano, contando com garantias e mecanismos de controle.

No dia 07 de agosto foi realizada uma Assembleia Geral Extraordinária para tratar dos assuntos descritos na carta de convocação publicada ao mercado. Como resultado da Assembleia mencionada, o público alvo do fundo, antes restrito a Investidores Qualificados, foi alterado para investidores em geral. Além disso, foi aprovada a aquisição de CRIs decorrentes de ofertas públicas coordenadas ou distribuídas por pessoas ligadas. Adicionalmente, a taxa de administração do fundo, que era cobrada com base no valor patrimonial, passará a ser cobrada com base no valor de mercado em virtude da alteração do público alvo.

Por fim, destacamos que a carteira de ativos do Fundo permanece saudável e adimplente em suas obrigações.

Rentabilidade

Histórico de rentabilidade do fundo considerando a distribuição de rendimentos e tomando como base os valores praticados nas emissões de cotas.

 1ª Emissão 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Emissões
 R$ 100,00 R$ 104,30
Rendimento por cota (R$) Rent. Fundo % do CDI Líquido % do CDI Bruto (Gross-up)* Rent. Fundo % do CDI Líquido % do CDI Bruto (Gross-up)1
ago/19 0,57 0,57% 113,19% 133,16% 0,55% 108,52% 127,67%
jul/19 0,64 0,64% 112,72% 132,61% 0,61% 108,07% 127,14%
jun/19 0,56 0,56% 119,45% 140,53% 0,54% 114,52% 134,73%
mai/19 0,65 0,65% 119,69% 140,82% 0,62% 114,76% 135,01%
abr/19 0,60 0,60% 115,76% 136,19% 0,58% 110,99% 130,58%
mar/19 0,52 0,52% 110,92% 130,49% 0,50% 106,34% 125,11%
fev/19 0,54 0,54% 109,41% 128,72% 0,52% 104,90% 123,41%
jan/19 0,56 0,56% 103,12% 121,32% 0,54% 98,87% 116,32%
dez/18 0,51 0,51% 103,33% 121,57% 0,49% 99,07% 116,55%
nov/18 0,53 0,53% 107,38% 126,33% 0,51% 102,96% 121,13%
out/18 0,63 0,63% 116,02% 136,49% 0,60% 111,24% 130,87%
set/18 0,54 0,54% 115,36% 135,71% 0,52% 110,60% 130,12%

1. Considerando uma alíquota de imposto de renda de 15%.

Objetivo do Fundo

Pagar rendimentos mensais equivalentes a
+100%
do CDI líquido

É bom para

Quem deseja realizar investimentos em uma carteira diversificada de operações de crédito privado.

Rendimentos mensais

Pagos mensalmente, no 9º dia útil, buscando atingir 100% da variação do CDI, líquido dos custos do Fundo e isentos do imposto de renda.

Início do
Fundo

23 out. 12

Taxa de
administração

1,1% a.a.

Acesso

A quem deseja investir em títulos de renda fixa imobiliária com apoio de uma equipe de gestão profissional.

Monitoramento

Acompanhamento ativo para garantir que a carteira de crédito permaneça saudável e a rentabilidade aderente ao benchmark.

Aplicação Inicial

Valor referente a uma cota, de acordo com o preço que está sendo negociado na Bolsa.

Como Funciona

Com processos diligentes que apoiam a criteriosa seleção dos ativos:

Composição da Carteira

CRI Corporativos, ativos que tem como contraparte uma grande empresa:

Equipe

Equipe multidisciplinar, sócia do cliente no fundo.

Flavio Cagno, CFA, CAIA

Sócio e Gestor dos fundos imobiliários de CRI

Daniel Juc

Análise, Estruturação e Monitoramento de Crédito

Guilherme Coutinho

Análise, Estruturação e Monitoramento de Crédito

Ivan Simão

Relações com Investidores

Pedro Bruder

Análise, Estruturação e Monitoramento de Crédito
Palavra do Gestor
Agosto 2019

Ao fim de agosto, o Kinea Rendimentos imobiliários (“Fundo”) apresentava alocação em CRI de aproximadamente 95,7% dos ativos do Fundo. Adicionalmente, 2,6% da carteira estavam investidos em LCI, de modo que o portfólio de títulos de renda fixa imobiliária representava 98,3% do patrimônio. A parcela remanescente, de 1,7%, está alocada em instrumentos de caixa.

Em maio foi iniciado o processo de distribuição de cotas da 8ª Emissão do Fundo. Acreditamos que a nova Emissão irá contribuir para o aumento de liquidez das cotas no mercado secundário, bem como irá permitir a aquisição de novas operações atrativas para o fundo, contribuindo para a diversificação da carteira e diluição de riscos.

Os dividendos referentes a agosto, cuja distribuição ocorrerá no dia 12/09/2019, serão de R$ 0,57 por cota e representam uma rentabilidade equivalente a 108,5% da taxa DI, isenta do imposto de renda para pessoas físicas, considerando a cota da sétima emissão, de R$ 104,30.

Em agosto foi realizado investimento em uma nova operação baseada em uma aquisição de parte do portfólio de shoppings da BR Malls. A transação teve montante de R$ 80 milhões, prazo final de 12 anos, remuneração equivalente a CDI + 1,50% ao ano, contando com garantias e mecanismos de controle.

No dia 07 de agosto foi realizada uma Assembleia Geral Extraordinária para tratar dos assuntos descritos na carta de convocação publicada ao mercado. Como resultado da Assembleia mencionada, o público alvo do fundo, antes restrito a Investidores Qualificados, foi alterado para investidores em geral. Além disso, foi aprovada a aquisição de CRIs decorrentes de ofertas públicas coordenadas ou distribuídas por pessoas ligadas. Adicionalmente, a taxa de administração do fundo, que era cobrada com base no valor patrimonial, passará a ser cobrada com base no valor de mercado em virtude da alteração do público alvo.

Por fim, destacamos que a carteira de ativos do Fundo permanece saudável e adimplente em suas obrigações.

Rentabilidade

Histórico de rendimentos mensais em comparação com o benchmark.

 1ª Emissão 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Emissões
 R$ 100,00 R$ 104,30
Rendimento por cota (R$) Rent. Fundo % do CDI Líquido % do CDI Bruto (Gross-up)* Rent. Fundo % do CDI Líquido % do CDI Bruto (Gross-up)1
ago/19 0,57 0,57% 113,19% 133,16% 0,55% 108,52% 127,67%
jul/19 0,64 0,64% 112,72% 132,61% 0,61% 108,07% 127,14%
jun/19 0,56 0,56% 119,45% 140,53% 0,54% 114,52% 134,73%
mai/19 0,65 0,65% 119,69% 140,82% 0,62% 114,76% 135,01%
abr/19 0,60 0,60% 115,76% 136,19% 0,58% 110,99% 130,58%
mar/19 0,52 0,52% 110,92% 130,49% 0,50% 106,34% 125,11%
fev/19 0,54 0,54% 109,41% 128,72% 0,52% 104,90% 123,41%
jan/19 0,56 0,56% 103,12% 121,32% 0,54% 98,87% 116,32%
dez/18 0,51 0,51% 103,33% 121,57% 0,49% 99,07% 116,55%
nov/18 0,53 0,53% 107,38% 126,33% 0,51% 102,96% 121,13%
out/18 0,63 0,63% 116,02% 136,49% 0,60% 111,24% 130,87%
set/18 0,54 0,54% 115,36% 135,71% 0,52% 110,60% 130,12%

Objetivo do Fundo

Pagar rendimentos mensais equivalentes a
+100%
do CDI líquido

É bom para

Quem deseja realizar investimentos em uma carteira diversificada de operações de crédito privado.

Início do Fundo

23 out. 12

Taxa de administração

1,1% a.a.

Processos

Bem definidos, com clara atribuição de responsabilidades.

Filosofia de risco

Maiores retornos controlando riscos extremos.

Como funciona

Com processos diligentes que apoiam a criteriosa seleção dos ativos:

1. Prospecção

Gestor acompanha ativamente o mercado identificando as melhores oportunidades.

2. Avaliação

Através de um comitê interno, o gestor e sua equipe analisam todas as características do investimento e definem diretrizes para fatores relacionados a: (i) risco de crédito; (ii) garantia; (iii) estrutura jurídica; (iv) formalização dos documentos da transação.

3. Aquisição

Uma vez que a relação entre risco e retorno do investimento atenda as exigências, o gestor conclui o processo e o novo CRI passa a integrar a carteira do fundo.

4. Controle

O monitoramento de todos os investimentos do fundo é realizado de forma ativa, com o objetivo de manter os riscos sob monitoramento contínuo.
Se necessário o gestor e sua equipe adotarão as medidas de intervenção adequadas.

Equipe

Equipe multidisciplinar, sócia do cliente no fundo.

  • Daniel Juc

    Análise, Estruturação e Monitoramento de Crédito

  • Flavio Cagno, CFA, CAIA

    Sócio e Gestor dos fundos imobiliários de CRI

  • Guilherme Coutinho

    Análise, Estruturação e Monitoramento de Crédito

  • Ivan Simão

    Relações com Investidores

  • Pedro Bruder

    Análise, Estruturação e Monitoramento de Crédito

Composição da Carteira

CRI Corporativos, ativos que tem como contraparte uma grande empresa.