Voltar

Pontuação de Risco

Pontuação de Risco 5

x

Pontuação de Risco A Pontuação de Risco Kinea é feita com base nos riscos de mercado, crédito e liquidez.

Taxa de Administração

2% a.a.

Taxa de Performance

20% do que exceder 100% SOFRINDX

Prazo de Resgate

Cotização em D+29 (corridos) + D+1 (úteis) para liquidação.

Público Alvo

Inv. Qualificado

Onde investir no Artemis?

NOVIDADE

Invista nos fundos Kinea

Cadastre-se em nossa plataforma de investimentos em parceria com a Órama.

Rentabilidade do Artemis

Atualizado em Abril 2024

Selecione o ano
2023 ANO JAN. FEV. MAR. ABR. MAI. JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.
FUNDO -5.70% -5.39% 6.01% -6.41% -1.26% 1.91% -6.88% -0.09% 4.44% 4.30% 1.53% -4.23% 1.30%
CDI -3.34% -3.43% 3.06% -2.42% -1.35% 2.30% -5.37% -0.61% 4.97% 2.11% 0.63% -1.83% -0.95%
%CDI -2.37% -1.96% 2.96% -3.98% 0.09% -0.39% -1.50% 0.52% -0.53% 2.19% 0.90% -2.41% 2.25%
2022 ANO JAN. FEV. MAR. ABR. MAI. JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.
FUNDO 13.89%       4.27% -3.32% 9.55% 1.08% 1.15% 4.24% -3.19% -1.01% 0.97%
CDI 14.02%       4.85% -3.79% 9.83% -0.36% 0.60% 3.31% -3.46% 1.28% 1.63%
%CDI -0.13%       -0.58% 0.47% -0.28% 1.44% 0.55% 0.93% 0.27% -2.29% -0.67%

Palavra do Gestor

Data ref. Abril 2024

Para ver as informações completas, acesse a Carta do Gestor.

JUROS E INFLAÇÃO

Aumentamos nossas alocações durante março. Adicionamos posições para juros mais baixos nos EUA e mantivemos no Reino Unido, Austrália e México. Vemos no Reino Unido uma convergência mais rápida do que o mercado para a inflação. Na Austrália, a economia segue sentindo o rápido repasse dos juros para as prestações dos consumidores e a inflação deve convergir para a meta nos próximos trimestres. Nos EUA, o mercado de trabalho deve desacelerar, levando o FED a cortes maiores de juros. Temos proteções com posições para juros mais altos no Chile.

AÇÕES

Nossas posições compradas em semicondutores e indústria apresentaram resultado positivo no mês. No relativo, nossas posições diferenciando as grandes empresas de tecnologia também contribuíram para o resultado. Durante o mês, aumentamos nossa exposição em ações globais. Permanecemos com um portfólio diversificado de ações global, abrangendo desde Inteligência Artificial, semicondutores até indústrias aeronáutica e de infraestrutura.

MOEDAS

Nossas posições compradas em semicondutores e indústria apresentaram resultado positivo no mês. No relativo, nossas posições diferenciando as grandes empresas de tecnologia também contribuíram para o resultado. Durante o mês, aumentamos nossa exposição em ações globais. Permanecemos com um portfólio diversificado de ações global, abrangendo desde Inteligência Artificial, semicondutores até indústrias aeronáutica e de infraestrutura.

Nossas posições vendidas em grãos e petróleo impactaram negativamente o resultado em um mês no qual o complexo de commodities como um todo apresentou bons resultados. Em contrapartida, nossas posições compradas no ouro e no cobre geraram ganhos no portfólio. Grãos passaram por um mês de consolidação de preços após a forte queda nos meses anteriores, mas em nossa visão ainda apresentam tendência baixista, com estoques elevados de milho e recuperação forte da safra argentina de soja. O café arábica deve apresentar mais um ano de forte crescimento na safra a ser colhida no Brasil entre maio e setembro, o que deve impactar negativamente os preços na segunda metade do ano. Optamos por reduzir nossa posição vendida no petróleo por problemas no Mar Vermelho e no fluxo do petróleo russo.

Aumentamos nossas alocações durante março. Adicionamos posições para juros mais baixos nos EUA e mantivemos no Reino Unido, Austrália e México. Vemos no Reino Unido uma convergência mais rápida do que o mercado para a inflação. Na Austrália, a economia segue sentindo o rápido repasse dos juros para as prestações dos consumidores e a inflação deve convergir para a meta nos próximos trimestres. Nos EUA, o mercado de trabalho deve desacelerar, levando o FED a cortes maiores de juros. Temos proteções com posições para juros mais altos no Chile.

Características do Artemis

Objetivo do Fundo

Voltado a um perfil de investidor de alto risco, criamos o Kinea Ártemis, que é um fundo multimercado para quem busca investimentos no exterior em moeda estrangeira (dólar).
O fundo não possui hedge cambial de sua exposição no exterior.
A experiência e tamanho do time de gestão do Kinea Ártemis nos permite cobrir, com profundidade, diferentes mercados, no Exterior.

Modelo de gestão

Processo adaptativo e “darwiniano” com os melhores profissionais e ideias crescem em nossa sociedade e ganham maior relevância na alocação de risco do fundo de modo transparente e meritocrático, com alocação geográfica determinada por oportunidades.

Multiestratégia

Alocação por gestor leva em consideração track-record, consistência, correlação e escalabilidade da estratégia.
Alocação guiada principalmente por oportunidades.
Participação da equipe nos economics é função principalmente do nível e consistência dos resultados entregues ao fundo no médio e longo prazo.
“Stops” pré definidos para todos os membros do time sem “zeragem” no final do ano.

Equipe

Equipe multidisciplinar, sócia do cliente no fundo.

Foto Marco Aurelio Freire

Marco Aurelio Freire

Sócio e gestor dos fundos líquidos

Marco iniciou na Kinea em Janeiro de 2015 como gestor responsável pelas estratégias Hedge Fund Macro. Entre 2008 e 2014 foi Chief Investment Officer dos fundos de renda fixa locais e multimercados da Franklin Templeton no Brasil.
Marco está envolvido na gestão de fundos de renda fixa e multimercados desde 2004, tendo trabalhando no Bank Boston Asset Management na mesa de renda fixa.
Marco possui o mestrado em economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e é bacharel em economia pela mesma universidade.

Foto Marcelo Bartoli

Marcelo Bartoli

Consumo e Tecnologia

Marcelo juntou-se à Kinea em dezembro de 2014. Antes disso, passou pela Franklin Templeton Investments e Neo Investimentos. É parte do time de renda variável, responsável por ações globais L&S.
Marcelo é graduado em administração de empresas pela Fundação Getulio Vargas.

Foto Ruy Alves

Ruy Alves

Ações e Commodities

Ruy iniciou na Kinea em fevereiro de 2020 como gestor responsável por global equities. Anteriormente foi gestor responsável por estratégias de global equities na ADAM Capital, JGP e Aviva Investors em Londres. Ruy possui mestrado em finanças pela London Business School, MBA em finanças pelo IBMEC e é formado em administração de empresas pela UERJ. Ruy foi também professor de finanças do IBMEC-RJ e possui cursos de especialização e gestão pelo INSEAD e LBS.

Documentos recentes do Artemis

Nome do Documento Data da Atualização
One Page

4/2024

4/2024
Carta do Gestor

4/2024

4/2024
Informativo de Rentabilidade

4/2024

4/2024
Regulamento

5/2023

5/2023

Para documentos antigos acesse nossa seção de documentos.

Para documentos não recorrentes, visite a página do administrador do fundo.

Disclaimer

1. Trata-se da taxa de administração máxima, considerando as taxas dos fundos investidos

2. Trata-se da taxa de performance considerando todos os fundos investidos.

Cadastre-se em nossa newsletter

E fique por dentro do mercado de fundos

Ao se cadastrar você concordar com nossa Política de Privacidade.
Cadastre-se na Newsletter

Cadastre-se na Newsletter

WhatsApp
Ao se cadastrar você aceita a receber o contato da Kinea a respeito dos nossos fundos de investimento.