CONHEÇA O IPCA DINÂMICO Oportunidade de investimento. Saiba mais

Pontuação de Risco

Pontuação de Risco 1

x

Pontuação de Risco A Pontuação de Risco Kinea é feita com base nos riscos de mercado, crédito e liquidez.

Início do Fundo

17 mar. 20

Taxa de Administração

0.80% a.a.

Taxa de Performance

25% do que exceder o CDI

Patrimônio líquido atual

R$ 182,40 Mi

Patrimônio líquido médio

R$ 64,08 Mi

Linha Detalhe Abas
Dots Abas

Rentabilidade do Prev Apolo Itaú

Atualizado em Dezembro 2020

Selecione o ano
2020 ANO JAN. FEV. MAR. ABR. MAI. JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.
FUNDO 1.78%     -0.65% 0.13% 0.18% 0.29% 0.57% 0.26% -0.27% 0.06% 0.61% 0.58%
CDI 1.88%     0.15% 0.28% 0.24% 0.22% 0.19% 0.16% 0.16% 0.16% 0.15% 0.16%
%CDI 94.74%       46.97% 75.96% 134.36% 294.75% 163.63%   39.67% 410.05% 353.15%
. . . . . . . . . . . . . .
. . . . . . . . . . . . . .
. . . . . . . . . . . . . .
. . . . . . . . . . . . . .

Palavra do Gestor

Data ref. Dezembro 2020

Para ver as informações completas, acesse a Carta do Gestor.

JUROS E INFLAÇÃO

Resultado positivo. As taxas de juros no Brasil cederam em um mês sem ameaças concretas ao teto de gastos e com o governo demonstrando intenção de retomar o ajuste fiscal em 2021. O início da vacinação em diversos países, com consequente aumento do apetite ao risco, também contribuiu. Reduzimos parcialmente as alocações em títulos curtos e intermediários nominais e reais no Brasil. Atualmente os preços de mercado refletem uma expectativa de alta da taxa Selic dos 2% atuais para acima de 4,5% no final de 2021 e aproximadamente 7% no final de 2022. Acreditamos ser improvável esse choque de juros por 2 fatores: (i) apesar da recuperação da atividade econômica nos últimos meses, o país ainda está em depressão econômica com o PIB aproximadamente 10% abaixo do pico de 2014 e (ii) o arcabouço fiscal tem sido esticado com a pandemia, mas o presidente Bolsonaro não deve optar por uma ruptura, dado a memória ainda recente da crise fiscal de 2015/2016. No México, aumentamos nossas posições em juros pois acreditamos que o Banxico retomará em breve o ciclo de relaxamento monetário, uma vez que a inflação deve ceder nos próximos trimestres com o fim do impacto da depreciação cambial e com a alta ociosidade na economia. Além disso, as contas fiscais e externas estão sólidas.

AÇÕES

Resultado positivo nos books de ações tanto no Brasil quanto no exterior. No Brasil os destaques direcionais foram as posições compradas em empresas de tecnologia, financeiras e commodities; e no book de Ações Long&Short foram destaques os Books Intrasetoriais de Alimentos, Shopping Centers e Serviços Financeiros. O book de ações globais teve como destaques as posições compradas no Japão e no setor de tecnologia. Durante o mês aumentamos nosso posicionamento na Ásia, principalmente no Nikkei. A perspectiva de crescimento econômico em 2021, aliada à vacinação e fortes estímulos monetários e fiscais, nos faz acreditar que o próximo ano deve trazer resultados positivos para o mercado de renda variável, mediante adequada seleção de ativos.

MOEDAS

A estratégia de cupom cambial apresentou resultado negativo no mês de dezembro. O spread do Cupom Cambial sobre a Libor sofreu nova compressão em virtude de captações internacionais realizadas por empresas brasileiras. Consideramos o preço do spread atual atrativo e aproveitamos para aumentar a posição tomada. Nas moedas continuamos comprados no Peso Mexicano, com resultado positivo no mês em virtude de um ambiente favorável para mercados emergentes após a eleição nos Estados Unidos e o início da vacinação global. Iniciamos também uma posição na Libra Esterlina uma vez que consideramos a moeda depreciada após anos de negociações do pacote de saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit), o qual foi concluído esse mês.

Crédito Privado

O resultado foi positivo, devido ao alto carregamento da carteira, que encerra o mês com prêmio de 2,10 sobre o CDI, com prazo médio de 3,1 anos e alocação de 25% do patrimônio. A carteira também foi impactada positivamente pelo leve fechamento das taxas títulos privados em geral. Destaque para alguns papeis como CVC, que segue em tendência de melhora, e debentures que saíram de lockup, dessa forma tais papéis se beneficiaram de todo o fechamento de spread dos últimos 3 meses de uma única vez.

VOLATILIDADE

O resultado foi negativo. Reduzimos taticamente a posição relativa comprada em volatidade do índice de ações europeu “Eurostoxx” e vendida em volatilidade do índice americano S&P500 com prazo de 6 meses, destaque negativo de dezembro. O nível de preço da posição ainda é atrativo em termos históricos e a mesma ainda tende a se beneficiar de uma piora de mercado vinda da Europa. Obtivemos pequenos ganhos em posições relativas na curva de volatilidade de moedas, com destaque para o real e o peso mexicano. Seguimos com posições em opções com prazos entre 6 e 9 meses que se beneficiam de uma menor correlação entre a depreciação das moedas e o aumento de suas respectivas volatilidades.

COMMODITIES

Resultado positivo no mês. Voltamos a construir posições, ainda pequenas, em commodities como o petróleo, prata e platina. A perspectiva de recuperação da economia em 2021, juntamente com fortes estímulos monetários e fiscais ainda presentes, deve fazer com que o setor apresente boa performe no decorrer do próximo ano.

Características do Prev Apolo Itaú

Para mais informações confira a Carta do Gestor.

Objetivo do Fundo

Superar o CDI em linha com um perfil de menor risco, uma volatilidade anual ao redor de 1,5% ao ano.
Trazer consistência de longo prazo através da diversificação de investimentos em diferentes mercados e estilos no Brasil e no exterior, reduzindo a exposição do fundo a riscos específicos.

Perfil de menor risco
Volatilidade 1,5%

É bom para

Investidores com perfil menor de risco e que buscam alcançar retornos acima do CDI no médio prazo.

Estilo de Atuação

Gestão dinâmica com abordagens macro e micro econômicas.

Atuação

Mercados locais e internacionais, com foco em Brasil.

Classes de ativos

Diversificar para trazer consistência e reduzir perdas extremas

Moedas
Ações
Renda fixa
Volatilidade
Crédito

Como funciona

Processos diligentes e retroaprendizagem constante.

1. Especialistas

Especialistas em cada mercado sugerem ao comitê operações com potencial de retorno assimétrico.

2. Comitê

Análise e questionamento entre especialistas e o comitê para a definição da alocação: disciplina, assertividade e atribuição de responsabilidades na escolha dos melhores ativos.

3. Portifólio

Definição da carteira de investimentos.

4. Execução

Execução baseada em preços e critérios técnicos.

5. Reetro-aprendizagem

Revisão do cenário;
Atribuição de performance.

Equipe

Equipe multidisciplinar, sócia do cliente no fundo.

Foto Marco Aurelio Freire

Marco Aurelio Freire

Sócio e gestor dos fundos líquidos

Marco iniciou na Kinea em Janeiro de 2015 como gestor responsável pelas estratégias Hedge Fund Macro. Entre 2008 e 2014 foi Chief Investment Officer dos fundos de renda fixa locais e multimercados da Franklin Templeton no Brasil.
Marco está envolvido na gestão de fundos de renda fixa e multimercados desde 2004, tendo trabalhando no Bank Boston Asset Management na mesa de renda fixa.
Marco possui o mestrado em economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e é bacharel em economia pela mesma universidade.

Foto Guilherme Mazzilli

Guilherme Mazzilli

Ações Brasil L&S

Guilherme Mazzilli iniciou na Kinea em junho de 2015 como gestor responsável
pelas estratégias de ações dentro dos hedge funds. Entre 2010 e 2015 foi gestor
responsável pelos fundos de ações (FIA e Long&Short) da Ashmore no Brasil.
Mazzilli está envolvido na gestão de fundos de ações e multimercados desde 2005,
tendo trabalhando como analista na Bresser Asset e como gestor de Ações no
Daycoval Asset.
Mazzilli possui graduação em Administração de Empresas pela FGV (EAESP) e pós
graduação em economia também pela FGV (EESP).

Foto Guilherme Paris

Guilherme Paris

Volatilidade

Guilherme juntou-se à Kinea em setembro do 2016. Entre 2012 e 2016 foi gestor de moedas, volatilidade e estratégias de correlação na Franklin Templeton. Guilherme está envolvido com estratégias de volatilidade desde 2007, tendo trabalhado na NEO Investimentos e Dresdner Bank.

Guilherme é graduado em engenharia mecânica pela Universidade de São Paulo (POLI-USP). Recebeu menção honrosa nas olimpíadas regionais de matemática do estado de São Paulo em 1997 e 1998 e medalha de prata nas olimpíadas brasileiras de física em 2000

Foto Luiz Felipe Mescolin

Luiz Felipe Mescolin

Moedas

Luiz Felipe juntou-se à Kinea em março do 2018. Entre 2013 e 2016 foi tesoureiro do Banco BBM, sendo responsável por estratégias de renda fixa e câmbio. Entre 2010 e 2012 foi responsável pelas estratégias de câmbio na BBM Asset Management. Luiz Felipe atua desde 2005 nos mercados de renda fixa e câmbio.
Luiz Felipe possui mestrado em métodos matemáticos aplicados a finanças pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), mestrado em economia pela Universidade de Colônia (Universität zu Köln) e é graduado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Foto Marcelo Bartoli

Marcelo Bartoli

Ações Globais L&S

Marcelo juntou-se à Kinea em dezembro de 2014. Antes disso, passou pela Franklin Templeton Investments e Neo Investimentos. É parte do time de renda variável, responsável por ações globais L&S.
Marcelo é graduado em administração de empresas pela Fundação Getulio Vargas.

Foto Marcus Zanetti

Marcus Zanetti

Ações Brasil Direcional

Marcus juntou-se à Kinea em setembro do 2016. Entre 2009 e 2016 foi analista e sócio responsável pelos setores de consumo, varejo, real estate e serviços financeiros na Bresser Administração de Recursos. Anteriormente, Marcus trabalhou na Alvarez and Marsal Consultoria Empresarial, Banco Itaú BBA e HSBC Bank do Brasil.
Marcus é graduado em engenharia de produção pela Universidade de São Paulo (POLI-USP).

Foto Ruy Alves

Ruy Alves

Ações Globais

Ruy iniciou na Kinea em fevereiro de 2020 como gestor responsável por global equities. Anteriormente foi gestor responsável por estratégias de global equities na ADAM Capital, JGP e Aviva Investors em Londres. Ruy possui mestrado em finanças pela London Business School, MBA em finanças pelo IBMEC e é formado em administração de empresas pela UERJ. Ruy foi também professor de finanças do IBMEC-RJ e possui cursos de especialização e gestão pelo INSEAD e LBS.

Foto Yuri Di Bella

Yuri Di Bella

Renda Fixa Internacional

Yuri iniciou na Kinea em Novembro de 2020 como gestor responsável por Renda Fixa Offshore. Anteriormente trilhou carreira em Londres, atuando nos mercados de juros e moedas global. Foi sócio fundador e gestor na Soloda Investment Advisors, gestor na Moore Capital e trader no Deutsche Bank.

Yuri é formado em Economia pela London School of Economics.

Documentos recentes do Prev Apolo Itaú

Nome do Documento Data da Atualização
Carta do Gestor

12/2020

12/2020
Informativo de Rentabilidade

12/2020

12/2020
Regulamento Prev Apolo Itaú

3/2020

3/2020
Relatório Anual

12/2020

12/2020
Valor Patrimonial da Cota

1/2021

1/2021

Para documentos antigos acesse nossa seção de documentos.

Outros fundos Previdência

Previdência

Fundo
Aberto

Prev Ações

Fundo Previdenciário de Ações Long Only. Alinha a perspectiva de longo prazo da previdência com o mercado de ações brasileiro.

saiba mais
Previdência

Fundo
Aberto

Prev Apolo XP

Fundo multimercado de perfil de menor risco que oferece uma alternativa para investidores com histórico de rendimentos em renda fixa mas que buscam retornos superiores em períodos de baixa taxa de juros.

saiba mais
Previdência

Fundo
Aberto

Prev Atlas

Fundo previdenciário multimercado de perfil agressivo com maior exposição ao risco.

saiba mais
Previdência

Fundo
Aberto

Prev Crédito Privado

Fundo previdenciário de crédito privado de alta qualidade de risco de crédito.

saiba mais
Previdência

Fundo
Aberto

Prev MM

Alternativa previdenciária para investidores que buscam retornos consistentes e superiores em períodos de baixa taxa de juros.

saiba mais
Previdência

Fundo
Aberto

Prev RF

Fundo de renda fixa previdenciário. Auxilia de forma segura e gradual o aumento de capital ao longo do tempo da reserva de aposentadoria.

saiba mais
Previdência

Fundo
Aberto

Prev IPCA Dinâmico XP

O fundo de investimento previdenciário que tem como objetivo aumentar o poder de compra ao longo do tempo, investindo nos mercados de juros, inflação, moedas e crédito privado no Brasil e exterior.

saiba mais
Previdência

Fundo
Aberto

Prev XTR

Versão previdenciária do fundo Kinea Chronos. O XTR, da mesma forma que o Chronos, investe em juros, moedas, commodities, ações, no Brasil e no Exterior.

saiba mais
Detalhe Fundo dot
Detalhe Fundo Linhas

Cadastre-se em nossa newsletter

E fique por dentro do mercado de fundos