Instagram | Kinea Investimentos Siga nossa página no Instagram e receba novidades. Siga nosso perfil Siga nosso perfil

Close

Pontuação de Risco

Pontuação de Risco 2

x

Pontuação de Risco A Pontuação de Risco Kinea é feita com base nos riscos de mercado, crédito e liquidez.

Início do Fundo

06 jun. 18

Taxa de Administração

0,60% a.a.

Taxa de Performance

Não há

Patrimônio líquido atual

R$ 3,30 bi

Patrimônio líquido atual (12 meses)

R$ 1,95 bi

Linha Detalhe Abas
Dots Abas

Rentabilidade do Prev Crédito Privado

Atualizado em Dezembro 2021

2021 ANO JAN. FEV. MAR. ABR. MAI. JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.
FUNDO 6.16% 0.41% 0.61% 0.21% 0.31% 0.35% 0.47% 0.48% 0.61% 0.60% 0.59% 0.60% 0.77%
CDI 4.40% 0.15% 0.13% 0.20% 0.21% 0.27% 0.30% 0.36% 0.42% 0.44% 0.48% 0.59% 0.76%
%CDI 140.20% 271.16% 451.35% 106.07% 147.36% 131.36% 152.70% 136.29% 143.51% 136.46% 123.49% 101.63% 100.74%
2020 ANO JAN. FEV. MAR. ABR. MAI. JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.
FUNDO 1.07% 0.43% 0.24% -4.06% 0.62% 0.74% 0.65% 0.87% 0.58% 0.32% 0.26% 0.26% 0.27%
CDI 2.77% 0.38% 0.29% 0.34% 0.28% 0.24% 0.22% 0.19% 0.16% 0.16% 0.16% 0.15% 0.16%
%CDI 38.79% 113.71% 81.43% 0.00% 217.04% 308.43% 302.06% 447.52% 359.72% 206.59% 163.11% 173.54% 165.11%
2019 ANO JAN. FEV. MAR. ABR. MAI. JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.
FUNDO 5.69% 0.60% 0.58% 0.49% 0.53% 0.55% 0.48% 0.58% 0.46% 0.48% 0.32% 0.09% 0.38%
CDI 5.97% 0.54% 0.49% 0.47% 0.52% 0.54% 0.47% 0.57% 0.50% 0.47% 0.48% 0.38% 0.38%
%CDI 95.38% 111.15% 118.45% 105.15% 103.04% 101.57% 102.84% 102.55% 90.60% 102.16% 67.36% 22.76% 99.91%
2018 ANO JAN. FEV. MAR. ABR. MAI. JUN. JUL. AGO. SET. OUT. NOV. DEZ.
FUNDO 4.00%           0.42% 0.58% 0.60% 0.54% 0.61% 0.56% 0.63%
CDI 3.58%           0.42% 0.54% 0.57% 0.47% 0.54% 0.49% 0.49%
%CDI 111.79%           100.20% 107.07% 106.32% 116.12% 111.72% 112.58% 126.88%
. . . . . . . . . . . . . .
. . . . . . . . . . . . . .
. . . . . . . . . . . . . .
. . . . . . . . . . . . . .

Resultados da gestão

Resultado da gestão | Kinea Prev Crédito Privado

Atribuição de Performance

Atribuição de Performance | Kinea Prev Crédito Privado

Palavra do Gestor

Data ref. Dezembro 2021

Vídeo de análise

Se preferir, confira a carta na íntegra:

Para ver as informações completas, acesse a Carta do Gestor.

O fundo Kinea Previdência Crédito Privado entregou um retorno a seus cotistas de aproximadamente 104,5% do CDI em dezembro e um acumulado de 5,91% (142% do CDI) nos últimos 12 meses. Durante dezembro, apesar da abertura das taxas dos título de crédito (spread), o Fundo teve resultado acima do CDI devido aos juros altos pagos pelos papéis. O Fundo encerrou o mês com um carregamento de CDI + 1,73% a.a. e prazo médio de 2,8 anos. Em dezembro as preocupações com a variante Omicron diminuíram, pois apesar do alto número de casos no mundo, as hospitalizações e mortes tem seguido mais contidas do que em outras ondas. No Brasil, pelo menos temporariamente, o risco fiscal diminuiu, com a aprovação pelo Congresso das modificações da regra do teto de gastos sem novas surpresas. Com isso, os principais mercados vão terminando o mês em níveis melhores do que começaram, com bolsas EUA e Brasil em alta e curva de juros com queda substancial no Brasil.

2021 foi um ano muito bom para o Kinea Crédito Privado, que entregou resultado de 142% do CDI. Esta performance foi possível pela boa seleção de papéis, alto carrego (ou seja, os juros pagos pelos papeis aos nossos fundos) e pela redução dos spreads de crédito da carteira ao longo do ano. Este ano começou com o Índice de Debenture da Anbima (IDA-DI) pagando CDI+1,8% e vai terminando com esse índice pagando CDI+1,5%. Quando cai o spread de crédito de um papel, seu preço sobe, trazendo um retorno adicional aos juros que recebemos. Esse fechamento de spreads teve duas causas principais. A primeira é que os spreads de crédito iniciaram o ano em nível desproporcionalmente alto em relação a ótima qualidade de crédito das empresas: para colocar isso em números, no começo do ano o IDA pagava juros de CDI+1,8%, enquanto pré-pandemia esses spreads giraram por muitos anos em torno de CDI+0,5% a CDI+1%, mesmo com a qualidade de crédito das empresas pior do que era no começo de 2021. O segundo motivo foi o grande fluxo de novos recursos aportados em fundos de crédito durante o ano. Essa entrada de recursos gerou forte demanda por papeis de crédito e reforçou a queda dos spreads. Entretanto, no último trimestre do ano, uma enxurrada de emissões primárias pelas empresas gerou um excesso de oferta de papeis de crédito no mercado, e, juntamente com a deterioração da economia brasileira por conta principalmente das dificuldades fiscais do governo, interrompeu o processo de redução dos spreads de crédito, que agora estão aproximadamente 10bps mais altos que em seus níveis mais baixos do ano, observados em fim de outubro.

Para 2022, o cenário para investimentos em crédito local ainda é positivo, mas é provável que não seja tão forte quanto foi em 2021. Isso porque a desproporcionalidade entre spreads e qualidade de crédito que citamos como motivo para o rally de crédito em 2021 segue presente nesse momento, mas já é menor do que foi ao longo de 2021. Além disso, com a Selic provavelmente atingindo 11-12% ao longo do 1T22, é possível que a entrada de recursos na indústria de crédito seja menor. Com isso, o papel da gestão ativa deve ser cada vez maior para agregar retornos aos fundos.

Nesse sentido, estamos terminando o ano com posições maiores de caixa e alocação um pouco menor ao mercado de crédito local. Desejamos ter flexibilidade para aproveitar oportunidades de aumentar a alocações em momentos oportunos. Além disso, temos aumentado nossa exposição em papéis estruturados pelas áreas de crédito de Infraestrutura e Imobiliário da Kinea, que possuem spreads mais altos que a média de mercado e possuem alta qualidade de crédito.

Dentre os destaques do mês, tivemos performances positivas das nossas debêntures da Guararapes (varejo de vestuário) e Ampla (distribuidora de energia). Em relação as principais modificações no mês, participamos da emissão de um CRI da Conedi, originado pela área de CRI da Kinea, com spread de CDI+2% e uma duration aproximada de 1,5 anos.

Características do Prev Crédito Privado

Para mais informações confira a Carta do Gestor.

Objetivo do Fundo

Superar o CDI investindo em ativos de crédito em moeda local. Investir em ativos de crédito privado como Debêntures, Letras Financeiras, CDBs e FIDCs.

Perfil de risco moderado

Superar CDI em ativos de crédito

Classes de ativos

Ativos de créditos corporativos, financeiros e estruturados.

Crédito

Estilo da gestão

Alocações baseadas em análises criteriosas de risco. Avaliação fundamentalista por ativo: qualidade de risco e alinhamento entre prazo e preço.

Como funciona

Processos diligentes e criteriosa seleção dos ativos.

Como Funciona | Crédito Privado

1. Prospecção

Gestor acompanha ativamente o mercado identificando as melhores oportunidades.

2. Avaliação

Os ativos selecionados são analisados de forma fundamentalista e aprovados em comitê interno.

3. Aquisição

Uma vez que a relação risco e retorno do investimento atenda às exigências, o gestor irá adquirir o ativo.

4. Controle

O monitoramento de todos os ativos do fundo é realizado de forma ativa.

Alocação por setor

Equipe

Equipe multidisciplinar, sócia do cliente no fundo.

Foto Ivan Fernandes

Ivan Fernandes

Crédito Privado

Ivan Fernandes juntou-se a Kinea em Janeiro de 2021 para gerir a área de credito corporativo nos fundos liquidos, com um portfolio inicial de BRL3.2bn. Ivan fez carreira focada em investimentos em instrumentos corporativos na America Latina (credito e acoes), com overlay de macro. Ele foi Head de Latam Credit Research na Pictet Asset Management em Londres nos últimos 7 anos, após 10 anos divididos entre Latam Investment Banking no JPMorgan (M&A+DCM), acoes long/short Latam na Bassini+Co (NY), e Latam credit research no Barclays (NY).

Ivan é formado em Engenharia Eletrica pela Poli-USP, tem MBA em Yale, e CFA.

Foto Bruno Kuba

Bruno Kuba

Trader

Foto Gustavo Muniz

Gustavo Muniz

Analista de Crédito Privado

Documentos recentes do Prev Crédito Privado

Nome do Documento Data da Atualização
Valor Patrimonial da Cota

1/2022

1/2022
Informativo de Rentabilidade

12/2021

12/2021
Carta do Gestor

12/2021

12/2021
Regulamento Prev Crédito Privado

5/2018

5/2018

Para documentos antigos acesse nossa seção de documentos.

Perguntas Frequentes sobre o Prev Crédito Privado

Qual o nível de risco de credito do Prev Crédito Privado?

O Prev Crédito Privado busca investir em ativos de baixo risco de crédito.

O que significa risco de crédito privado?

É o risco do emissor do título, seja uma empresa ou uma instituição financeira, não honrar com suas obrigações em suas datas de vencimento.

Por que investir no Prev. Crédito Privado?

Para ter uma gestão ativa e dinâmica em créditos de alta qualidade e superar o CDI.

Quem deve investir no Prev. Crédito Privado?

Pessoas físicas ou jurídicas de todos os perfis de risco e que tenham como objetivo diversificar seus investimentos em renda fixa e superar o CDI ao longo do tempo.

Qual o nível de alavancagem do Prev. Crédito Privado?

O Prev. Crédito Privado não pode alavancar.

Qual expectativa de retorno do Prev. Crédito Privado?

O Prev. Crédito Privado tem expectativa de superar o CDI através de investimentos de crédito de alta qualidade.

Em que pode investir o Fundo?

O fundo investe no mercado brasileiro de crédito (debêntures, NPs, Letras Financeiras, CDBs e FIDCs). Não investe no mercado internacional.

Quais são as despesas do Prev. Crédito Privado?

0,6% ao ano de taxa de administração, além de despesas como custódia, legal, etc. A rentabilidade do fundo, bem como sua expectativa de rentabilidade, são liquidas das despesas relativas ao fundo.

Cadastre-se em nossa newsletter

E fique por dentro do mercado de fundos

Ao se cadastrar você concordar com nossa Política de Privacidade.