Fundo Previdenciário de Crédito Privado de perfil moderado para investidores que buscam alocações dinâmicas em crédito com rentabilidade acima do CDI no longo prazo.

Palavra
do Gestor

junho 2020

O fundo teve mais um mês de boa performance. O fundo se beneficiou tanto do fechamento de spread de alguns papéis como do elevado carrego, que encerrou o mês em DI + 2,30% a.a. para uma duration média de 3,3 anos. Durante o mês vimos principalmente 3 fatores influenciando o mercado secundário de crédito: (i) a melhora no técnico do mercado, (ii) o início da melhora dos fundamentos dos emissores e (iii) a aprovação pelo Banco Central das regras para a possível atuação deste no mercado secundário de crédito. No lado técnico, os fundos dedicados a crédito privado continuaram apresentando resgate líquido, mas em volumes significativamente inferiores. Isso retira do mercado a pressão vendedora e faz com que os spreads voltem a refletir melhor o nível de risco dos emissores. Neste sentido, vimos durante o mês evoluções positivas tanto no setor de concessões rodoviárias como de energia elétrica e saneamento, que respondem por mais de 40% da carteira de crédito do fundo. No segmento de concessões de rodovias, vimos os anúncios de evolução de tráfego das estradas que chegaram a cair 35% em abril, apresentando queda de apenas 10% nas últimas semanas. Vimos a aprovação do marco regulatório do saneamento, que deve permitir no médio prazo algumas privatizações e mais investimento privado no setor. Além disso, vimos a aprovação pela Aneel da Conta-COVID que deverá ajudar a melhorar o capital de giro das distribuidoras de energia. Por fim, o Banco Central aprovou durante o mês as regras para a sua possível atuação no mercado secundário de crédito. O mercado nos parece funcional hoje, o que faz com que não exista a necessidade de atuação imediata pelo Banco Central. No entanto, nos parece positivo para o mercado a existência de um comprador de última instância, que poderia atuar quando e se houver necessidade. Assim, há mais clareza de que os spreads não devem ir para níveis extremos novamente, como vimos acontecer no mês de março.

Rentabilidade

2020

2019 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ ANO
FUNDO 0.43% 0.24% -4.06% 0.62% 0.74% -1.47%
CDI 0.38% 0.29% 0.34% 0.28% 0.24% 1.76%
% SOBRE CDI 113.71% 81.43% 0.00% 217.04% 308.43% 0.00%

2019

2019 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ ANO
FUNDO 0.60% 0.58% 0.49% 0.53% 0.55% 0.48% 0.58% 0.46% 0.48% 0.32% 0.09% 0.38% 5.69%
CDI 0.54% 0.49% 0.47% 0.52% 0.54% 0.47% 0.57% 0.50% 0.47% 0.48% 0.38% 0.54% 5.97%
% SOBRE CDI 111.15% 118.45% 105.15% 103.04% 101.57% 102.84% 102.55% 90.60% 102.16% 67.36% 22.76% 99.91% 95.38%

2018

2018 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ ANO
FUNDO 0.42% 0.58% 0.60% 0.54% 0.61% 0.56% 0.63% 4.00%
CDI 0.42% 0.54% 0.57% 0.47% 0.54% 0.49% 0.49% 3.58%
% SOBRE CDI 100.20% 107.07% 106.32% 116.12% 111.72% 112.58% 126.88% 111.79%

Patrimônio
Líquido

junho 2020

R$ 372.350.155

MÉDIO (12 meses)

R$ 592.228.070

Atribuição de Performance

Rentabilidade acima do CDI por estratégia.

Objetivo do Fundo

Superar o CDI investindo em ativos de crédito em moeda local.

É bom para

Investidores em geral que buscam um fundo previdenciário com retornos acima do CDI em crédito privado.

Contém

Investimentos em diferentes ativos de crédito: Debêntures, NPs, Letras Financeiras, CDBs e FIDCs.

Estilo de Atuação

Diversificação em ativos de crédito privado local de baixo risco

Atuação

Investimento com atuação local.

Início do
Fundo

06/06/2018

Taxas:

0,60% a.a. (administração)

Processos

Bem definidos, com clara atribuição de responsabilidades.

Risco

Risco de crédito em moeda local.

Como funciona

Processos diligentes e criteriosa seleção dos ativos.

Prospecção

Gestor acompanha ativamente o mercado identificando as melhores oportunidades.

Avaliação

Os ativos selecionados são analisados de forma fundamentalista e aprovados em comitê interno.

Aquisição

Uma vez que a relação risco e retorno do investimento atenda às exigências, o gestor irá adquirir o ativo.

Controle

O monitoramento de todos os ativos do fundo é realizado de forma ativa.

Equipe

Equipe multidisciplinar, sócia do cliente no fundo.

Daniela Gamboa

Crédito Privado

Denis Ferrari

Renda Fixa Local

Leandro Teixeira

Arbitragem de Juros

Marco Aurelio Freire

Sócio e gestor dos fundos líquidos

Rentabilidade

O Fundo possui histórico inferior a 6 meses. Dessa forma, seguindo o Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas de Fundos de Investimento, sua rentabilidade será divulgada após 01/12/2018.

Palavra do Gestor
junho 2020

O fundo teve mais um mês de boa performance. O fundo se beneficiou tanto do fechamento de spread de alguns papéis como do elevado carrego, que encerrou o mês em DI + 2,30% a.a. para uma duration média de 3,3 anos. Durante o mês vimos principalmente 3 fatores influenciando o mercado secundário de crédito: (i) a melhora no técnico do mercado, (ii) o início da melhora dos fundamentos dos emissores e (iii) a aprovação pelo Banco Central das regras para a possível atuação deste no mercado secundário de crédito. No lado técnico, os fundos dedicados a crédito privado continuaram apresentando resgate líquido, mas em volumes significativamente inferiores. Isso retira do mercado a pressão vendedora e faz com que os spreads voltem a refletir melhor o nível de risco dos emissores. Neste sentido, vimos durante o mês evoluções positivas tanto no setor de concessões rodoviárias como de energia elétrica e saneamento, que respondem por mais de 40% da carteira de crédito do fundo. No segmento de concessões de rodovias, vimos os anúncios de evolução de tráfego das estradas que chegaram a cair 35% em abril, apresentando queda de apenas 10% nas últimas semanas. Vimos a aprovação do marco regulatório do saneamento, que deve permitir no médio prazo algumas privatizações e mais investimento privado no setor. Além disso, vimos a aprovação pela Aneel da Conta-COVID que deverá ajudar a melhorar o capital de giro das distribuidoras de energia. Por fim, o Banco Central aprovou durante o mês as regras para a sua possível atuação no mercado secundário de crédito. O mercado nos parece funcional hoje, o que faz com que não exista a necessidade de atuação imediata pelo Banco Central. No entanto, nos parece positivo para o mercado a existência de um comprador de última instância, que poderia atuar quando e se houver necessidade. Assim, há mais clareza de que os spreads não devem ir para níveis extremos novamente, como vimos acontecer no mês de março.

Rentabilidade

O Fundo possui histórico inferior a 6 meses. Dessa forma, seguindo o Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas de Fundos de Investimento, sua rentabilidade será divulgada após 01/12/2018.

Rentabilidade

2018 FUNDO CDI % sobre CDI
JAN.
FEV.
MAR.
ABR.
MAI.
JUN. 0.42% 0.42% 100.20%
JUL. 0.58% 0.54% 107.07%
AGO. 0.60% 0.57% 106.32%
SET. 0.54% 0.47% 116.12%
OUT. 0.61% 0.54% 111.72%
NOV. 0.56% 0.49% 112.58%
DEZ. 0.63% 0.49% 126.88%
2017 FUNDO CDI % sobre CDI
JAN.
FEV.
MAR.
ABR.
MAI.
JUN.
JUL.
AGO.
SET.
OUT.
NOV.
DEZ.
2016 FUNDO CDI % sobre CDI
JAN. . . .
FEV. . . .
MAR. . . .
ABR. . . .
MAI. . . .
JUN. . . .
JUL. . . .
AGO. . . .
SET. . . .
OUT. . . .
NOV. . . .
DEZ. . . .
2015 FUNDO CDI % sobre CDI
JAN. . . .
FEV. . . .
MAR. . . .
ABR. . . .
MAI. . . .
JUN. . . .
JUL. . . .
AGO. . . .
SET. . . .
OUT. . . .
NOV. . . .
DEZ. . . .

Patrimônio Líquido

junho 2020

R$ 372.350.155

MÉDIO (12 meses)

R$ 592.228.070

Atribuição de Performance

Rentabilidade acima do CDI por estratégia.

Objetivo do Fundo

Superar o CDI investindo em ativos de crédito em moeda local.

É bom para

Investidores em geral que buscam um fundo previdenciário retornos acima do CDI em crédito privado

Contém

Investimentos em diferentes ativos de crédito: debêntures, NPs, Letras Financeiras, CDBs e FIDCs.

Estilo de Atuação

Diversificação em ativos de crédito privado local de baixo risco.

Atuação

Investimento com atuação local.

Início do Fundo

06/06/2018

Taxa de administração

0,60% a.a. (administração)

Processos

Bem definidos, com clara atribuição de responsabilidades.

Risco

Risco de crédito em moeda local.

Como funciona

Processos diligentes e criteriosa seleção dos ativos.

1. PROSPECÇÃO

Gestor acompanha ativamente o mercado identificando as melhores oportunidades.

2. AVALIAÇÃO

Os ativos selecionados são analisados de forma fundamentalista e aprovados em comitê interno.

3. AQUISIÇÃO

Uma vez que a relação risco e retorno do investimento atenda às exigências, o gestor irá adquirir o ativo.

4. CONTROLE

O monitoramento de todos os ativos do fundo é realizado de forma ativa.

Equipe

Especializada e multidisciplinar, sócia do cliente do fundo.

  • Daniela Gamboa

    Crédito Privado

  • Denis Ferrari

    Renda Fixa Local

  • Leandro Teixeira

    Arbitragem de Juros

  • Marco Aurelio Freire

    Sócio e gestor dos fundos líquidos