Infra

Fundo de debêndures incentivadas de infraestrutura com benchmark em juros reais.

Palavra
do Gestor

Dezembro 2019

Os destaques do mês de dezembro foram: i) elevada liquidez das cotas e ii) aquisição de três novas emissões de debêntures de infraestrutura. Durante o mês de dezembro, a liquidez das cotas superou a marca de R$ 3 milhões por dia, chegando a alcançar volume financeiro de R$ 7,7 milhões no dia 18/dez.

Adquirimos R$ 250 milhões em debêntures emitidas por Vineyards Transmissão de Energia S.A. (100% da emissão), dos quais R$ 211,6 milhões foram alocados para a estrutura FIC-FIDC Kinea Infra. As debêntures receberam pela Fitch rating AAA (br) e saíram com remuneração de IPCA + 5,12 % a.a. Vineyards é controlada pela Sterlite Power, empresa indiana com forte presença no Brasil.

Adicionalmente, neste mês realizamos investimentos nas debêntures emitidas pela Central Fotovoltaica São Pedro II S.A. e São Pedro IV S.A., ambas controladas pela Atlas Energia Renovável, empresa do fundo de private equity inglês Actis. A Kinea adquiriu R$ 70 milhões e R$ 60 milhões emitidos pela São Pedro II e São Pedro IV, respectivamente. Destes montantes, R$ 59 milhões de São Pedro II e R$ 50,9 milhões de São Pedro IV foram alocadas para a estrutura FIC-FIDC Kinea Infra. As debêntures receberam pela Fitch rating AAA(br) e saíram com remuneração de IPCA + 4,4 % a.a.

Com relação aos investimentos existentes, destacamos que TAESA finalizou as últimas energizações do empreendimento Miracema Transmissora de Energia Elétrica S.A., os quais englobam o novo trecho LT 230kV Lajeado – Palmas, a nova subestação de Palmas e a adequação do trecho LT 500kV Miracema – Lajeado com a subestação Lajeado.

Rentabilidade

2019

2019 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ ANO
Cota Patrimonial 4.27% 0.45% 0.65% 1.02% 3.92% 4.19% 1.10% -0.09% 3.37% 4.33% -2.54% 1.41% 24.13%
Cota Mercado -2.51% 1.39% 7.42% -0.36% -2.03% 0.77% 5.34% 6.01% -1.70% -0.62% -1.76% -2.3% 9.33%
IMA-B 4.37% 0.55% 0.58% 1.51% 3.66% 3.73% 1.29% -0.40% 2.86% 3.36% -2.45% 2.01% 22.95%

2018

2018 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ ANO
Cota Patrimonial 5.13% 0.04% 1.08% 0.22% -0.79% -0.07% 1.96% 0.08% -0.80% 7.89% 0.34% 1.66% 17.68%
Cota Mercado 5.13% 0.04% 1.08% 0.22% -2.53% -0.91% 1.83% 3.38% -2.40% 8.48% 1.27% 8.83% 26.42%
IMA-B 3.40% 0.55% 0.94% -0.14% -3.16% -0.32% 2.32% -45.00% -0.15% 7.14% 0.90% 1.65% 13.06%

2017

2017 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ ANO
Cota Patrimonial 0.13% -0.47% 0.17% 3.77% 1.35% 2.01% -0.44% -0.21% 0.75% 7.19%
Cota Mercado 0.13% -0.45% 0.17% 3.77% 1.35% 2.01% -0.44% -0.21% 0.75% 7.19%
IMA-B 0.26% -1.19% 0.16% 4.00% 1.34% 1.81% -0.38% -0.76% 0.83% 6.14%

Imposto de Renda 2019, Ano-Calendário 2018

1 – Os rendimentos do fundo KINEA INFRA FICFIDC devem ser lançados na Seção 4 – Rendimentos Isentos e Não Tributáveis. Você receberá da Intrag o Informe de Rendimentos – “Retificadora” a ser enviada no dia 15 de março de 2019.

2 – Exclusivamente para aqueles investidores que adquiriram cotas na 2ª Oferta ICVM 400 do fundo KINEA INFRA FICFIDC encerrada em maio de 2018, que condicionaram sua aquisição a distribuição parcial ou integral da Oferta, os rendimentos recebidos referentes à valorização destas cotas durante o período da Oferta, quando da devolução dos recursos, deverão ser lançados na Seção 5 – Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva.

Início do
Fundo

27 abr. 17

Taxa de
administração

1,05% a.a.

Objetivo do Fundo

Rentabilidade de
0,5% a.a. a 1,0% a.a.
acima dos títulos do governo indexados ao IPCA, com prazo semelhante a duration do Fundo.

É bom para

Quem deseja investir em uma carteira diversificada de debêntures incentivadas de infraestrutura com o monitoramento de uma equipe de gestão especializada.

Rendimentos semestrais

Pagamentos semestrais de rendimentos (maio e novembro).
Alíquota zero no Imposto de Renda no rendimento e no ganho de capital da cota.

Aplicação Inicial

Valor referente a uma cota, de acordo com o preço negociado na bolsa de valores (B3).

Liquidez

Fundo fechado, com cotas a serem negociadas na bolsa de valores (B3).

Como Funciona

O Fundo atua com base em três pilares: i) Originação e ancoragem junto a emissores de primeira linha para gerar operações de melhor relação risco/retorno, ii) Estruturação e rigor analítico das emissões para selecionar debentures que atendam aos obejtivos do fundo e iii) Monitoramento do desempenho operacional e financeiro das emissoras e da carteira.

Equipe

Disciplina financeira com conhecimento setorial.

Aymar Almeida

Sócio e Gestor responsável pelo fundo de infraestrutura

Bruno Signorelli

Análise, Estruturação e Monitoramento de Crédito

Fábio Massao

Responsável pelos fundos de infraestrutura

Ivan Simão

Relações com Investidores

Debêntures

Copacabana Geração de Energia em Participações S.A.

Localização: BA
Sponsor: Rio Energy/Denham Capital
Capacidade: 223 MW
Leilão: LER'15

Enel Green Power Damascena Eólica

Localização: BA
Sponsor: Enel
Capacidade: 30 MW
Leilão: LER’13

Enel Green Power Maniçoba Eólica

Localização: BA
Sponsor: Enel
Capacidade: 30 MW
Leilão: LER’13

Guaraciaba Transmissora de Energia (TP SUL) S.A.

Localização: MG/GO/MT
Sponsor: State Grid e Copel
Capacidade: Linha de transmissão de 500kV e 600 km
Leilão: 02/12

Transmissora José Maria de Macedo de Eletricidade

Localização: BA/PI
Sponsor: Brookfield e CYMI
Capacidade: Linha de transmissão de 500kV e 817 km
Leilão: 07/2014

Ventos de Santo Estevão (Ventos de Araripe III)

Localização: PI/PE
Sponsor: Votorantim e CPP Investment Board
Capacidade: 359 MW
Leilão: LEN’13 e ‘14/ LER’14

Ventos de São Clemente

Localização: PE
Sponsor: Actis
Capacidade: 216 MW
Leilão: LEN’14
Palavra do Gestor
Dezembro 2019

Os destaques do mês de dezembro foram: i) elevada liquidez das cotas e ii) aquisição de três novas emissões de debêntures de infraestrutura. Durante o mês de dezembro, a liquidez das cotas superou a marca de R$ 3 milhões por dia, chegando a alcançar volume financeiro de R$ 7,7 milhões no dia 18/dez.

Adquirimos R$ 250 milhões em debêntures emitidas por Vineyards Transmissão de Energia S.A. (100% da emissão), dos quais R$ 211,6 milhões foram alocados para a estrutura FIC-FIDC Kinea Infra. As debêntures receberam pela Fitch rating AAA (br) e saíram com remuneração de IPCA + 5,12 % a.a. Vineyards é controlada pela Sterlite Power, empresa indiana com forte presença no Brasil.

Adicionalmente, neste mês realizamos investimentos nas debêntures emitidas pela Central Fotovoltaica São Pedro II S.A. e São Pedro IV S.A., ambas controladas pela Atlas Energia Renovável, empresa do fundo de private equity inglês Actis. A Kinea adquiriu R$ 70 milhões e R$ 60 milhões emitidos pela São Pedro II e São Pedro IV, respectivamente. Destes montantes, R$ 59 milhões de São Pedro II e R$ 50,9 milhões de São Pedro IV foram alocadas para a estrutura FIC-FIDC Kinea Infra. As debêntures receberam pela Fitch rating AAA(br) e saíram com remuneração de IPCA + 4,4 % a.a.

Com relação aos investimentos existentes, destacamos que TAESA finalizou as últimas energizações do empreendimento Miracema Transmissora de Energia Elétrica S.A., os quais englobam o novo trecho LT 230kV Lajeado – Palmas, a nova subestação de Palmas e a adequação do trecho LT 500kV Miracema – Lajeado com a subestação Lajeado.

Rentabilidade

2019 COTA PATRIMONIAL COTA MERCADO IMA-B
JAN. 4.27% -2.51% 4.37%
FEV. 0.45% 1.39% 0.55%
MAR. 0.65% 7.42% 0.58%
ABR. 1.02% -0.36% 1.51%
MAI. 3.92% -2.03% 3.66%
JUN. 4.19% 0.77% 3.73%
JUL. 1.10% 5.34% 1.29%
AGO. -0.09% 6.01% -0.40%
SET. 3.37% -1.70% 2.86%
OUT. 4.33% -0.62% 3.36%
NOV. -2.54% -1.76% -2.45%
DEZ. 1.41% -2.3% 2.01%
2018 COTA PATRIMONIAL COTA MERCADO IMA-B
JAN. 5.13% 5.13% 3.40%
FEV. 0.04% 0.04% 0.55%
MAR. 1.08% 1.08% 0.94%
ABR. 0.22% 0.22% -0.14%
MAI. -0.79% -2.53% -3.16%
JUN. -0.07% -0.91% -0.32%
JUL. 1.96% 1.83% 2.32%
AGO. 0.08% 3.38% -45.00%
SET. -0.80% -2.40% -0.15%
OUT. 7.89% 8.48% 7.14%
NOV. 0.34% 1.27% 0.90%
DEZ. 1.66% 8.83% 1.65%
2017 COTA PATRIMONIAL COTA MERCADO IMA-B
JAN.
FEV.
MAR.
ABR. 0.13% 0.13% 0.26%
MAI. -0.47% -0.45% -1.19%
JUN. 0.17% 0.17% 0.16%
JUL. 3.77% 3.77% 4.00%
AGO. 1.35% 1.35% 1.34%
SET. 2.01% 2.01% 1.81%
OUT. -0.44% -0.44% -0.38%
NOV. -0.21% -0.21% -0.76%
DEZ. 0.75% 0.75% 0.83%

Objetivo do Fundo

Rentabilidade de
0,5% a.a. a 1,0% a.a.
acima dos títulos do governo indexados ao IPCA, com prazo semelhante a duration do Fundo.

É bom para

Quem deseja investir em uma carteira diversificada de debêntures incentivadas de infraestrutura com o monitoramento de uma equipe de gestão especializada.

Início do Fundo

27 abr. 17

Taxa de administração

1,05% a.a.

Rendimentos semestrais

Pagamentos semestrais de rendimentos (maio e novembro).
Alíquota zero no Imposto de Renda no rendimento e no ganho de capital da cota.

Aplicação Inicial

Valor referente a uma cota, de acordo com o preço que está sendo negociado na bolsa de valores (B3).

Liquidez

Fundo fechado, com cotas a serem negociadas na bolsa de valores (B3).

Como funciona

Baseada em uma abordagem ativa e processos diligentes, estruturados para possibilitar menor vacância e estabilidade no pagamento da renda mensal de aluguel:

1. Originação

Ativos com sponsors de 1ª linha
Buscamos representatividade relevante na Assembleia Geral de Debenturistas, para aumentar a segurança no ativo Taxas com favorável relação risco/retorno

2. Estruturação e Análise

Privilegiamos segurança nos seguintes fatores:
• Documentação
• Diligência financeira e jurídica
• Diligência técnica

3. Ativismo e Monitoramento

Ativismo na gestão e na readequação da carteira frente as condições de mercado

Equipe

Disciplina financeira com conhecimento setorial.

  • Aymar Almeida

    Sócio e Gestor responsável pelo fundo de infraestrutura

  • Bruno Signorelli

    Análise, Estruturação e Monitoramento de Crédito

  • Fábio Massao

    Responsável pelos fundos de infraestrutura

  • Ivan Simão

    Relações com Investidores

Debêntures

Copacabana Geração de Energia em Participações S.A.

Localização: BA
Sponsor: Rio Energy/Denham Capital
Capacidade: 223 MW
Leilão: LER'15

Enel Green Power Damascena Eólica

Localização: BA
Sponsor: Enel
Capacidade: 30 MW
Leilão: LER’13

Enel Green Power Maniçoba Eólica

Localização: BA
Sponsor: Enel
Capacidade: 30 MW
Leilão: LER’13

Guaraciaba Transmissora de Energia (TP SUL) S.A.

Localização: MG/GO/MT
Sponsor: State Grid e Copel
Capacidade: Linha de transmissão de 500kV e 600 km
Leilão: 02/12

Transmissora José Maria de Macedo de Eletricidade

Localização: BA/PI
Sponsor: Brookfield e CYMI
Capacidade: Linha de transmissão de 500kV e 817 km
Leilão: 07/2014

Ventos de Santo Estevão (Ventos de Araripe III)

Localização: PI/PE
Sponsor: Votorantim e CPP Investment Board
Capacidade: 359 MW
Leilão: LEN’13 e ‘14/ LER’14

Ventos de São Clemente

Localização: PE
Sponsor: Actis
Capacidade: 216 MW
Leilão: LEN’14